5 de dezembro de 2006

Você foi bom este ano?

O dia 6 de dezembro é o dia de São Nicolau, uma festa muito tradicional aqui na República Tcheca. Hoje (5/12) à noite, as crianças recebem a visita de São Nicolau (Mikuláš, em tcheco), acompanhado do Anjo (Anděl) e do Diabo (Čert), conforme pode ser visto na foto ao lado. Eles querem saber se a criança se comportou bem ou mal durante o ano que passou. Em caso de bom comportamento, a criança é agraciada pelo anjo com doces e chocolates. Aquelas que aprontaram demais recebem carvão ou batatas, além de levar uma comida de rabo do diabo.

Não sei se vou receber a visita de São Nicolau hoje à noite, e não sei se vou encontrar doces ou carvão dentro da minha meia amanhã de manhã. Mas se eu pudesse pedir alguma coisa para Ele, o que mais queria era poder estar ao lado da minha família neste momento. Parece que estes 12 dias vão demorar a passar...

A origem da tradição

O motivo de tanta euforia e guloseimas se explica pelo fato de nesta data, no ano de 350 d.C., ter falecido um bispo, o qual ficou conhecido por sua caridade e afinidade com as crianças. Devido à sua imensa generosidade e aos milagres que lhe foram atribuídos, foi santificado pela Igreja Católica e tornou-se um símbolo ligado diretamente ao nascimento do Menino Jesus.
Diferentemente do que se imagina, este ícone de bondade é quem realmente é considerado pelo catolicismo o verdadeiro Papai Noel. Sem barriga rechonchuda, nem roupa vermelha ou botas pretas, o bom velhinho das noites de Natal era alto, esbelto, vestia um tipo de batina branca e mitra, comuns aos bispos da época. Nascido na Turquia, na cidade de Demre, antigamente conhecida como Myra, Nicolau é personagem de diversas lendas. A mais conhecida se refere ao dia em que ele teria presenteado três irmãs com um saco de moedas de ouro, o qual teria jogado pela chaminé da casa da família. Daí surgiu a tradição do Papai Noel entrar na casa pela chaminé e colocar os presentes dentro de uma meia.
Há mais de 70 anos, o atual gordinho de roupas vermelhas tem disputado o lugar do velhinho de vestes brancas. Tudo começou em 1931, quando a poderosa multinacional Coca-Cola lançou uma propaganda com a nova versão de Santa Claus (Atual nome em inglês do Papai Noel, derivado de "St. Nicholas"). O cartunista americano Thomas Nast foi o criador do atual Papai Noel, que na época apareceu nas telas da televisão oferecendo uma garrafa de refrigerante para uma garotinha. O marketing da empresa parece ter dado tão certo, que fez com que muitos, desde então, nem se dessem conta da existência de outro Papai Noel.

Um comentário:

Sheik Luís disse...

Sensacional!!